Ciências Mortuárias (Auxiliar de Necropsia)

Curso online de necropsia

Este curso tem como objetivo capacitar e ensinar ao aluno(a) sobre as 6 áreas das Ciências Mortuárias: a Necropsia, a Tanatopraxia, a Necromaquiagem, o Agente Funerário, a Papiloscopia e a Reconstrução Facial. Porém, quais são as funções que cada profissional desses exerce?

A função do auxiliar de necropsia é dar assistência ao médico legista na análise da causa mortis. Além disso, é o auxiliar também que prepara a sala de necropsia ou autópsia, e faz após a desinfecção do local e dos instrumentos utilizados no procedimento necroscópico.

O tanatopraxista é o profissional responsável pela conservação do cadáver, pois muitas vezes um determinado corpo apresenta extravasamento de líquidos e grandes hematomas pelo rosto, e em alguns casos precisará ser transladado para outras cidades ou estados, dessa forma é o tanatopraxista que soluciona todas essas questões.

Já o necromaquiador(a) tem como função melhorar a aparência do rosto, trazendo para o mais próximo que for possível, a feição que a pessoa possuía antes de falecer.

agente funerário é o profissional responsável por vestir, maquiar e transportar esse corpo para onde for necessário. É ele também que muitas vezes faz a venda das urnas mortuárias e arranjos de flores. Além disso, o agente funerário cuida também da parte burocrática, dando entrada em certidões de óbitos e outras documentações necessárias ao bom cumprimento de um determinado caso.

O papiloscopista é o profissional responsável pela identificação humana através das impressões digitais. Quando realizam trabalhos externos, normalmente se dedicam à área de crimes, que pode ser algo mais brando como um arrombamento até algo mais complexo como um assassinato. Já os que trabalham internamente fazem o serviço em Institutos de Identificação, onde normalmente encontra-se um laboratório de papiloscopia, que possui equipamentos para realizar a identificação.

E por fim o Reconstrutor Facial tem a função, como o próprio nome sugere, de reconstruir a face, pois em alguns casos, como por exemplo acidentes de trânsito ou quedas de grandes alturas, a face acaba sendo danificada, muitas vezes perdendo partes que lhe pertenciam, e será esse profissional que usará toda a sua técnica para que o rosto chegue o mais próximo possível da mesma feição que a pessoa possuía antes de falecer.

Dessa forma, a Signum-Cursos elaborou o curso de Ciências Mortuárias, que envolve os cursos de Auxiliar de Necropsia + Tanatopraxia + Necromaquiagem + Agente Funerário + Papiloscopia + Reconstrução Facial. Nele o estudante pode concluir os 6 cursos em apenas 10 meses, pagando uma mensalidade acessível. As aulas ocorrem duas vezes por semana com duração de duas horas cada dia.

Além de ser um curso profissionalizante, uma vez que prepara o aluno para ser um profissional da área e atuar em empresas privadas, como por exemplo clínicas de tanatopraxia e funerárias, é também um curso preparatório para o concurso público de Auxiliar de Necropsia e Papiloscopia, pois sabemos o quanto é importante para o aluno estar bem preparado para ser aprovado no concurso público da Polícia Científica ou nas Prefeituras que possuem os SVOs (Serviço de Verificação de Óbitos). Assim sendo, incluímos na grade currícular do curso de Ciências Mortuárias aulas de Língua Portuguesa, Matemática, Biologia, Noções de Informática e Noções de Direito, uma vez que essas disciplinas são exigidas no edital desses concursos públicos.  

Assista alguns depoimentos dos nossos alunos e alunas.



Confira os depoimentos dos nossos professores.

Veja abaixo os módulos do curso e a portaria da Polícia Técnico Científica que exigirá o conhecimento de papiloscopia nos concursos públicos:

Observação:

Devido à portaria emitida em 13/05/2015 pela Polícia Científica, que irá exigir o conhecimento de papiloscopia nos concursos públicos para auxiliar de necropsia, a Signum-Cursos e Concursos Públicos incluirá na grade curricular do curso Ciências Mortuárias o conteúdo de papiloscopia. Dessa forma, teremos 6 cursos num só curso: Auxiliar de Necropsia + Tanatopraxia + Necromaquiagem + Agente Funerário + Papiloscopia + Reconstrução Facial. O curso, a partir desta data, terá 10 meses de duração e ao término o aluno(a) receberá 6 certificados, cada um referente a cada curso, sendo reconhecidos pela Lei 9.394/96 e válidos em todo território nacional. Veja abaixo a portaria que foi publicada no Diário Oficial.

Portaria SPTC-67, de 13-05-2015

Dispõe sobre a coleta de planilha datiloscópica de vítimas fatais encaminhadas às unidades do Instituto Médico-Legal

O Superintendente da Polícia Técnico-Científica, Considerando que a identificação judiciária e médico-legal de um corpo humano fazem parte do ato necroscópico;

Considerando que a Superintendência da Polícia Técnico-Científica não dispõe, em seu quadro de servidores, de policiais civis Papiloscopistas Policiais e Auxiliares de Papiloscopistas Policiais para a realização de tal ato; e

Considerando que são atribuições básicas dos cargos de Médico Legista, Auxiliares de Necropsia Policial e Atendente de Necrotério, entre outras, a identificação do cadáver, Determina:

Art. 1º A coleta de planilha datiloscópica, obrigatória para todos os corpos encaminhados às unidades do Instituto Médico-Legal para exame necroscópico, deverá ser realizada, preferencialmente, pelo Médico Legista responsável pelo exame ou pelo Auxiliar de Necropsia ou o Atendente de Necrotério que estiverem atuando no caso.

Parágrafo único. Nas unidades em que houver lotados Papiloscopistas Policiais ou Auxiliares de Papiloscopistas Policiais, as coletas deverão ser preferencialmente por estes realizadas, respeitadas as devidas escalas de serviço.

Art. 2º Esta Portaria entrará em vigor na data de sua publicação, revogando-se as disposições em contrário.

CIÊNCIAS MORTUÁRIAS (AUXILIAR DE NECROPSIA)

Auxiliar de Necropsia + Tanatopraxia + Necromaquiagem + Agente Funerário + Papiloscopia + Reconstrução Facial

Veja nossos vídeos institucionais.

 Conteúdo Programático do Curso de Ciências Mortuárias (Auxiliar de Necropsia)

 

  1. Anatomia

1.1 Introdução e definição

1.2 Posição anatômica

1.3 Planos anatômicos

1.4 Sistemas do corpo humano

1.5 Divisão do corpo humano

1.6 Sistema ósseo:

1.6.1 Funções do sistema esquelético;

1.6.2 Classificação dos ossos;

1.6.3 Composição do esqueleto humano

1.6.4 Articulações;

1.6.5 Tendões;

1.6.6 Ligamentos;

1.6.7 Cartilagem.

1.7 Sistema Muscular:

1.7.1 Conceito

1.7.2 Função

1.7.3 Grupos musculares

1.7.4 Tipos de músculos

1.7.5 Principais músculos no corpo humano

1.8 Sistema Circulatório

1.8.1 Função;

1.8.2 Sistema Circulatório Sanguíneo:

1.8.3 Pequena circulação

1.8.4 Grande circulação

1.8.5 Artéria

1.8.6 Veia

1.8.7 Capilares

1.8.8 Coração:

1.8.8.1 Camadas do coração

1.8.8.2 Configuração interna

1.8.8.3 Ciclo cardíaco

1.9 Sistema Linfático:

1.9.1 Vasos linfáticos

1.9.2 Linfonodos

1.10 Sistema Respiratório

1.10.1 Funções;

1.10.2 Órgãos componentes e suas características;

1.10.3 hematose

1.11 Sistema Digestório

1.11.1 Órgãos e suas características;

1.11.2 Função;

1.11.3 Órgãos anexos;

1.11.4 Enzimas digestivas.

1.12 Sistema Urinário

1.12.1 Órgãos secretores;

1.12.2 Órgãos excretores;

1.12.3 Funções.

1.13 Sistema Genital

1.13.1 Aparelho genital masculino:

1.13.1.1 Órgãos;

1.13.1.2 Funções;

1.13.2 Aparelho genital feminino:

1.13.2.1 Órgãos;

1.13.2.2 Funções.

1.14 Sistema Tegumentar

1.14.1 Camadas da pele;

1.14.2 Anexos da pele;

1.14.3 Funções.

1.15 Sistema Nervoso

1.15.1 Divisão do Sistema Nervoso

1.15.2 Sistema Nervoso Central

1.15.2.1 Encéfalo;

1.15.2.2 Medula espinhal;

1.15.2.3 Meninges;

1.15.3.4 Suas divisões e funções;

1.15.3.5 Neurônios;

1.15.3.6 Sinapses;

1.15.3.7 Mediadores químicos.

1.15.3 Sistema Nervoso Periférico

1.15.3.1 Suas divisões e funções

1.15.4 Sistema Nervoso Autônomo

1.15.4.1 Suas divisões e funções.

 

  1. Medicina Legal 

2.1 Introdução;

2.2 Definição;

2.3 Perícias:

2.3.1 Conceito;

2.3.2 Em vivos;

2.3.3 Em cadáveres;

2.3.4 Em objetos.

2.4 Provas:

2.4.1 Corpo de delito;

2.4.2 Relatório médico;

2.4.3 Auto;

2.4.4 Laudo: partes deste.

2.5 Declaração de Óbito

2.6 Ramos da Medicina Legal:

2.6.1 Antropologia Forense:

2.6.1.1 conceito;

2.6.1.2 reconhecimento;

2.6.1.3 métodos de identificação;

2.6.1.4 identificação médico legal;

2.6.2 Toxicologia Forense:

2.6.2.1 Conceito;

2.6.2.2 Substâncias tóxicas;

2.6.2.3 Veneno;

2.6.2.4 Exames complementares feitos no IML.

2.6.3 Sexologia Forense:

2.6.3.1 Conceito;

2.6.3.2 Estupro;

2.6.3.3 Infanticídio;

2.6.3.4 Aborto,

2.6.3.5 Exames complementares feitos no IML.

2.6.4 Química Forense:

2.6.4.1 Conceito;

2.6.4.2 Substâncias químicas.

2.6.5 Psiquiatria Forense:

2.6.5.1 Conceito;

2.6.5.2 Importância para a Medicina Legal;

2.6.6 Infortunística:

2.6.6.1 Conceito

2.6.6.2 Acidentes;

2.6.6.3 Importância para a Medicina Legal.

2.6.7 Criminologia:

2.6.7.1 Conceito;

2.6.7.2 Perfis criminosos.

2.6.8 Tanatologia Forense:

2.6.8.1 Conceito;

2.6.8.2 Importância para a medicina legal.

2.6.9 Traumatologia Forense:

2.6.9.1 Conceito;

2.6.9.2 Lesões Corporais:

2.6.9.2.1 Leves, Graves, Gravíssimas, Seguidas de Morte; e seus exemplos;

2.6.9.2.2 Penas aplicadas.

2.6.9.3 Energias e seus agentes vulnerantes:

2.6.9.3.1 Energia de Ordem Mecânica:

2.6.9.3.1.1 agentes perfurantes;

2.6.9.3.1.2 agentes cortantes;

2.6.9.3.1.3 agentes contundentes;

2.6.9.3.1.4 agentes pérfuro-cortantes;

2.6.9.3.1.5 agentes corto-contundentes;

2.6.9.3.1.6 agentes pérfuro-contundentes;

2.6.9.3.1.7 suas características, exemplos, diferenças;

2.6.9.3.1.8 identificação no cadáver destas lesões;

2.6.9.4 Balística Forense:

2.6.9.4.1 Balística interna;

2.6.9.4.2 Balística externa;

2.6.9.4.3 Balística terminal;

2.6.9.4.4 Raiamento;

2.6.9.4.5 Trajetória;

2.6.9.4.6 Entradas e saídas e suas características;

2.6.9.4.7 Tipos de armas e munições;

2.6.9.4.8 Exames complementares.

2.6.9.5 Energia de ordem física:

2.6.9.5.1 Seus agentes, exemplos e lesões provocadas;

2.6.9.6 Energia de ordem química:

2.6.9.6.1 seus agentes, exemplos e lesões provocadas;

2.6.9.7 Energia de ordem físico-química:

2.6.9.7.1 Asfixias:

2.6.9.7.1.1 Conceito;

2.6.9.7.1.2 Modalidades;

2.6.9.7.1.3 Exemplos;

2.6.9.7.1.4 Sinais internos;

2.6.9.7.1.5 Sinais externos;

2.6.9.7.1.6 Exames Complementares.

2.6.9.8 Energia de ordem bioquímica:

2.6.9.8.1 Seus agentes, exemplos e lesões provocadas;

2.6.9.9 Energia de ordem biodinâmica:

2.6.9.9.1 Seus agentes, exemplos e lesões provocadas.

2.6.9.10 Energia de ordem mista:

2.6.9.10.1 Seus agentes, exemplos e lesões provocadas.

 

  1. Tanatologia Forense

3.1 Introdução;

3.2 Conceito de morte;

3.3 Critérios clínicos para a constatação do óbito;

3.4 Exames complementares para a constatação do óbito;

3.5 Tipos de morte;

3.5.1 Fenômenos abióticos:

3.5.1.1 Imediatos: exemplos

3.5.1.2 Consecutivos: exemplos

3.5.1.3 Transformativos

3.5.1.3.1 Destrutivos

3.5.1.3.2 Conservadores

3.5.1.3.3 Exemplos

3.6 Cronotanatognose:

3.6.1 Conceito;

3.6.2 Aplicação da técnica;

3.6.3 Ligação com os fenômenos abióticos.

 

  1. Técnicas de Necropsia 

4.1 Introdução;

4.2 Conceito;

4.3 Funções da necropsia;

4.4 Exames complementares;

4.5 Instrumentais utilizados na necropsia:

4.5.1 Tipos de instrumentais;

4.5.2 Funções dos instrumentais;

4.6 Etapas da Necropsia:

4.6.1 Análise de Boletim de Ocorrência;

4.6.2 Coleta de planilhas datiloscópicas;

4.6.3 Exame externo;

4.6.4 Exame interno;

4.6.5 Reconstituição.

4.7 Técnicas:

4.7.1 Virchow

4.7.2 Rokitansky;

4.7.3 Maurice Letulle;

4.7.4 Ghon;

4.7.5 Suas aplicações, diferenças, funções e incisões utilizadas.

4.8 Prova de vida extrauterina:

4.8.1 Docimasias respiratórias

 

  1. Biossegurança 

5.1 Introdução;

5.2 Conceito;

5.3 Riscos Ocupacionais;

5.4 Cuidados de Segurança:

5.4.1 EPI’S

5.4.2 Lavagem das Mãos;

5.4.3 Limpeza e desinfecção dos materiais e ambiente;

5.4.4 Procedimentos em casos de acidentes;

5.4.5 Cuidados com substâncias químicas;

5.5 Desinfetantes químicos;

5.6 Acidente de trabalho;

5.7 Resíduos:

5.7.1 Classificação;

5.7.2 Segregação;

5.7.3 Acondicionamento.

 

  1. Tanatopraxia 

6.1 Introdução;

6.2 Definição;

6.3 Indicações;

6.4 Ética profissional;

6.5 Níveis de tanatopraxia;

6.6 Condições de funcionamento do tanatório;

6.7 Instrumentais e equipamentos utilizados em tanatopraxia e suas indicações;

6.8 Técnica da tanatopraxia para corpos necropsiados;

6.9 Técnica da tanatopraxia para corpos que não foram necropsiados;

6.10 Quantidade de tanotofluidos aplicados no corpo de acordo com a massa corpórea;

6.11 Documentações legais para procedimentos no corpo;

6.12 Documentações legais para abertura do tanatório.

 

  1. Necromaquiagem 

7.1 Definição;

7.2 História da necromaquiagem;

7.3 Maquiagem no Brasil;

7.4 Materiais necessários para a necromaquiagem;

7.5 Limpeza de pele;

7.6 Hidratação facial;

7.7 Teoria da cor;

7.8 Variações cromáticas dos hematomas;

7.9 Técnica de luz e Sombra;

7.10 Uniformização da pele;

7.11 Passo a passo para a necromaquiagem;

7.12 Passo a passo para a necromaquiagem infantil.

 

  1. Agente Funerário 

8.1 Legislação;

8.2 Conceito:

8.2.1 S.V.O. (Serviço de Verificação de Óbito);

8.2.2.IML (Instituto Médico Legal);

8.3 Declaração de óbito;

8.4 Liberação do corpo;

8.5 Traslados;

8.6 Acondicionamento em urnas;

8.7 Escolha de serviços funerários;

8.8 Fiscalização;

8.9 Documentação necessária para traslados;

8.10 Documentação necessária para mudança de jazigo;

8.11 Exumação;

8.12 Cremação;

8.13 Tamponamento

 

  1. Papiloscopia 

9.1 Definição

9.2 História da Papiloscopia;

9.3 Estudo da pele;

9.4 Papilas Dérmicas:

9.4.1 Cristas papilares;

9.4.2 Sulcos interpapilares

9.5 Ramos da papiloscopia:

9.5.1 Quiroscopia;

9.5.2 Podoscopia;

9.5.3 Poroscopia;

9.5.4 Datiloscopia;

9.5.5 Vantagens da datiloscopia sobre os demais ramos;

9.6 Requisitos exigidos para uma ferramenta de identificação;

9.7 Sistema de Vucetich – adotado no Brasil;

9.8 Tipos fundamentais:

9.8.1 Arco;

9.8.2 Presilha Interna;

9.8.3 Presilha externa;

9.8.4 Verticilo;

9.9 Tipos especiais;

9.10 Anomalias congênitas;

9.11 Linhas albodactiloscópicas;

9.12 Pontos característicos;

9.13 Impressões em locais de crime;

9.14 Agentes reveladores;

9.15 Sistema AFIS;

9.16 Módulo legal – aplicação na papiloscopia.

 

  1. Reconstrução Facial

10.1 Introdução;

10.2 História;

10.3 Mundo atual;

10.4 Anatomia da face;

10.5 Fraturas faciais;

10.6 Princípios da reconstrução facial;

10.7 Diferença entre reconstrução facial e restauração facial;

10.8 Tipos de suturas:

10.8.1 Intradérmica;

10.8.2 Cruzada;

10.9 Tipos de materiais utilizados;

10.10 Passo a passo para a restauração facial:

10.10.1 Com corte na pele;

10.10.2 Com perda tecidual;

10.11 Passo a passo para a reconstrução facial:

10.11.1 Com múltiplas fraturas;

10.12 Preenchimento facial.

 

  1. Língua Portuguesa

11.1 Ortografia;

11.2 Pontuação;

11.3 Semântica;

11.4 Figuras de linguagem;

11.5 Substantivo;

11.6 Adjetivos;

11.7 Pronome;

11.8 Verbo;

11.9 Advérbio;

11.10 Preposição;

11.11 Conjunção;

11.12 Sujeito;

11.13 Termos relacionados ao verbo;

11.13.1 Objeto direto;

11.13.2 Objeto indireto;

11.13.3 Agente da passiva;

11.13.4 Adjunto adverbial;

11.14 Termos relacionados a nomes;

11.14.1 Adjunto adnominal;

11.14.2 Predicativo;

11.14.3 Complemento nominal;

11.14.4 Aposto;

11.14.5 Vocativo;

11.15 Concordância verbal;

11.16 Concordância nominal;

11.17 Sintaxe de regência;

11.18 Regência verbal;

11.19 Regência nominal;

11.20 Sintaxe de colocação;

11.21 Crase;

11.22 Compreensão e interpretação de textos.

 

  1. Matemática

12.1 Razão;

12.2 Proporção;

12.3 Porcentagem;

12.4 Exercícios;

12.5 Regra de três simples;

12.6 Regra de três composta;

12.7 Números naturais;

12.8 Conjunto dos números inteiros;

12.9 Conjunto dos números racionais;

12.10 Números irracionais;

12.11 Divisão;

12.12 Números primos;

12.13 Número de elementos da união e da intersecção de conjuntos;

12.14 Conjuntos;

12.15 Operação com conjuntos;

12.16 Operação entre conjuntos união;

12.17 Tautologia.

 

  1. Biologia

13.1 Introdução;

13.2 Ecologia;

13.3 Conferência rio-92 sobre o meio ambiente do planeta: desenvolvimento sustentável dos países;

13.4 Os seres vivos;

13.4.1 Relações ecológicas;

13.4.2 Cadeias, teias e níveis tróficos;

13.5 Biologia celular;

13.5.1 Estrutura das Células;

13.5.2 Membrana plasmática ou membrana celular;

13.5.3 Citoplasma;

13.5.4 Mitocôndrias;

13.5.5 Ribossomos;

13.5.6 Retículo endoplasmático;

13.5.7 Complexo golgiense;

13.5.8 Lisossomos;

13.5.9 Centríolos;

13.5.10 Vacúolos;

13.5.11 Cloroplastos;

13.5.12 O núcleo;

13.5.12.1 Cromossomos;

13.5.12.2 Telocêntricos;

13.5.12.3 Submetacêntricos;

13.5.12.4 Metacêntricos;

13.5.12.5 Cariótipo;

13.5.13 Divisão Celular

13.5.13.1 Ciclo celular;

13.5.13.2 O ciclo celular mitose e meiose;

13.5.14 Mitose;

13.5.14.1 Metáfase e Cinetocóro;

13.5.15 A meiose;

13.5.15.1 Prófase I;

13.5.15.2 Leptóteno;

13.5.15.3 Zigóteno;

13.5.15.4 Paquíteno;

13.5.15.5 Diacinese;

13.5.15.6 Metáfase I e II;

13.5.15.7 Anáfase I e II;

13.5.15.8 Telófase I e II;

13.5.15.9 Citocinese.

 

  1. Noções de Informática

14.1 Introdução;

14.2 Introdução ao sistema operacional Windows;

14.2.1 Ícones;

14.2.2 Barra de tarefas;

14.2.3 Botão iniciar;

14.2.4 Windows Explorer (explorador do Windows);

14.2.5 Tipos de arquivos;

14.2.6 Painel de controle;

14.2.7 Sistema e segurança;

14.2.8 Rede e internet;

14.2.9 Hardware e sons;

14.2.10 Programas;

14.2.11 Contas de usuário e segurança familiar;

14.2.12 Aparência e personalização;

14.2.13 Relógio, idioma e região;

14.2.14 Facilidade de acesso;

14.3 Pacote Office;

14.3.1 Microsoft word;

14.3.2 Microsoft excel;

14.3.3 Microsoft outlook.

 

  1. Noções de Direito

15.1 Noções de Direito Constitucional;

15.1.1 A constituição brasileira de 1988 – a constituição cidadã;

15.1.2 Forma de estado da constituição brasileira: federação;

15.1.3 Regime político da constituição brasileira: democracia. Forma de governo: república;

15.1.4 Dos princípios fundamentais da constituição brasileira;

15.1.5 Da separação dos poderes;

15.1.6 Objetivos fundamentais da república federativa do brasil;

15.1.7 Princípios de relações internacionais;

15.1.8 Dos direitos e garantias fundamentais;

15.1.9 Da nacionalidade;

15.2 Noções de direito administrativo;

15.2.1Dos princípios fundamentais da administração pública;

15.2.2 Das fontes do direito administrativo;

15.2.3 Dos atos administrativos;

15.2.4 Dos agentes públicos;

15.3 Noções de direito penal;

15.3.1 Dos princípios do direito penal;

15.3.2 Da infração penal, do sujeito ativo e passivo do crime;

15.3.3 Do crime consumado e crime tentado;

15.3.4 Das excludentes de ilicitude;

15.3.5 Das penalidades (penas);

15.3.6 Dos crimes contra a administração pública;

15.3.7 Peculato;

15.3.8 Extravio, sonegação ou inutilização de livro ou documento;

15.3.9 Emprego irregular de verbas ou rendas públicas;

15.3.10 Concussão;

15.3.11 Excesso de exação;

15.3.12 Corrupção passiva;

15.3.13 Facilitação de contrabando ou descaminho;

15.3.14 Prevaricação;

15.3.15 Condescendência criminosa;

15.3.16 Abandono de função;

15.3.17 Violação de sigilo funcional;

15.3.18 Das lesões corporais;

15.3.19 Das atenuantes;

15.3.20 Da substituição da pena;

15.3.21 Do aumento de pena.

Duração:

10 meses

Horários:

  • Segundas e quartas-feiras das 10h às 12h – Início dia 11/06/2018.
  • Segundas e quartas-feiras das 19h às 21h – Início dia 28/05/2018. 
  • Segundas e quartas-feiras das 13h às 15h – Início dia 11/06/2018. Nome na lista de espera (Descontos promocionais para esse período)
  • Terças e quintas-feiras das 10h às 12h – Início dia 29/05/2018. Nome na lista de espera
  • Terças e quintas-feiras das 19h às 21h – Início dia 29/05/2018. Nome na lista de espera
  • Sexta-feira das 18h às 22h. Início dia 25/05/2018. Nome na lista de espera
  • Sábado das 8h às 12h – Início dia 26/05/2018. 
  • Sábado das 13h às 17h – Início dia 19/05/2018. 
  • Domingo das 8h às 12h – Início dia 20/05/2018.

*Descontos promocionais para as turmas de segunda e quarta-feira no período da tarde, das 13h às 15h. Para mais informações consulte nossos atendentes no whatsapp (11) 96329-9155.

Documentação:

1 foto 3×4, xerox do RG, CPF, comprovante de endereço e histórico escolar.

Ano de 2018.

Mensalidades para o ano de 2018: 15 parcelas de R$350,00

Se pago até a data de vencimento receba 10% de desconto = R$315,00

Se pago até 10 dias antes da data de vencimento receba 15% de desconto = R$297,50

INVESTIMENTO

Curso: R$ 5.250,00

Matrícula: R$ 50,00

Material Didático: R$ 350,00

Valor Total do Curso: R$ 5.650,00



Ou a vista no Boleto: R$ 4.237,50

parcelado em 15x R$ 350,00

Matricule-se!